COTIDIANO

Observatório Social elege nova Diretoria

Os trabalhos da nova gestão iniciam em 2019

Mal. Cândido Rondon
Nova diretoria | 09/11/2018 07h45

Vanessa Seefeld é eleita nova presidente do Observatório Social de Marechal Cândido Rondon (Foto: Divulgação OS )

Foi realizada, nesta quinta-feira (08) a eleição do Conselho de Administração e do Conselho Fiscal do Observatório Social (OS) de Marechal Cândido Rondon para o ano de 2019. A entidade será presidida pela professora acadêmica e mestre em Contabilidade, Vanessa Seefeld.

Depois de eleita, a nova gestora reforçou seu compromisso com a comunidade. “Após tantos pedidos por renovação política, espero que possamos nos renovar também e nos comprometer voluntariamente nesta sociedade melhor que almejamos”, declarou, acrescentando: “Não basta indignar-se e criticar, é necessário participar ativamente do que é de nosso interesse, assumir um compromisso, pois a mudança requer esforços!”, enfatizou.

Ela também lembrou da necessidade que a entidade tem de atrair novos voluntários para a realização de suas atividades. Atualmente, o Observatório conta com um número reduzido de integrantes para execução de suas atividades: “Convidamos a população para conhecer nosso trabalho e fazer parte do monitoramento dos recursos públicos”, convidou Vanessa.

Nova diretoria

Além da presidente, o novo Conselho Administrativo é formado pela vice-presidente para Assuntos de Produtos e Metodologia, Marlise Ricardi, e pela suplente, Silmara Pazini; e pela vice-presidente para Assuntos Administrativos e Financeiros, Danhara Patrícia Barboza da Cruz, e pelo suplente, Fernando José Alexandre Costa.

Já o Conselho Fiscal titular eleito é composto por Orlando Miguel Sturm, Loiva Grasel Refatti e João Vianei Werlang. Como suplentes estão Luiz Henrique Kuns, Marcos Rogério Kasburg e Marcelo Becker.

Atuação

Em Marechal Cândido Rondon, o Observatório Social foi fundado em 2010, por 24 entidades representantes da sociedade civil organizada do município. É mantido com doações de pessoas físicas e jurídicas, sendo vedado o recebimento de recursos públicos. Atualmente são quase 20 voluntários que auxiliam nos trabalhos.

O OS atua como pessoa jurídica, em forma de associação. A entidade prima pelo trabalho técnico, fazendo uso de uma metodologia de monitoramento das compras públicas em nível municipal, desde a publicação do edital de licitação até o acompanhamento da entrega do produto ou serviço, de modo a agir preventivamente no controle social dos gastos públicos.

Cada Observatório Social é integrado por voluntários que transformam a sua indignação em atitude em favor da transparência e da qualidade na aplicação dos recursos públicos. São empresários, profissionais liberais, professores, estudantes e outros cidadãos que, espontaneamente, entregam-se à causa da justiça social.

Com informações de Assessoria


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp