COTIDIANO

Conselho de Alimentação Escolar de Quatro Pontes elege nova diretoria

A função de presidente foi assumida por Nilva Kracke Benites do Nascimento

Quatro Pontes
CAE | 16/05/2018 18h49

Diretoria CAE (Foto: Milena Vargas )

Com a atribuição de promover o assessoramento na administração da merenda escolar, o Conselho de Alimentação Escolar (CAE) de Quatro Pontes elegeu, ontem (15), nova diretoria, na Escola Municipal Dona Leopoldina. A função de presidente foi assumida por Nilva Kracke Benites do Nascimento, tendo como vice Pricila Francener, que atuará à frente do CAE pelo período de dois anos.

Além delas, o Conselho tem como representantes do Poder Público, Roseli Machado da Silva Dreyer e Neliane Carmen Giacomini Nied; das entidades de docentes, discentes e trabalhadores na área de educação, Rosecler Terezinha Rambo Hansel, Maria Elizabete Wenzel Thomas, Marilu Henning e Andreia Siewerdt; dos pais de alunos da educação básica, Angelica Borelli Fridrich, Pricila Francener, Rosane Hoffmann e Solange Goetz Poersch; das entidades civis organizadas, Nilva Kracke Benites do Nascimento, João Carlos Kuhn, Clades M. Sackser e Neiva Teresinha H. Reichert.   

Para a eleição e posse foram convidadas a secretária de Educação, Cultura e Esportes, Araceli Tauchert, as nutricionistas do município, Priscila Rossato Neuberger e Jussara Gheller, e a responsável pela Vigilância Sanitária, médica veterinária Rosangela Z. Leobet.

CAE

O CAE foi criado em Quatro Pontes para assessorar o governo municipal na execução do programa de assistência e educação alimentar junto aos estabelecimentos de educação pré-escolar e ensino fundamental mantidos pelo município, motivando a participação de órgãos públicos e da comunidade na consecução de seus objetivos.

Assim, ao Conselho compete fiscalizar e controlar a aplicação dos recursos destinados à merenda escolar, promover a elaboração dos cardápios dos programas de alimentação escolar, respeitando os hábitos alimentares dos munícipes, sua vocação agrícola, dando preferência aos produtos “in natura”, objetivando a obtenção de pratos saborosos e nutritivos; orientar a aquisição de insumos para os programas de alimentação escolar, dando prioridade aos produtos da região; entre outras finalidades.

Com informações de Assessoria


  


Comentários

ACESSAR SUA CONTA PARA COMENTAR    ou   CADASTRE-SE

Comente esta notícia

Ao enviar seu comentário você concorda com os Termos de Uso deste espaço.


 
Facebook Twitter WhatsApp